sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

O Sertão Esperança

Pr. Silvany Luiz

       Se a natureza é dura com os sertanejos mais forte são os homens que, lançando mãos dos seus recursos, transformam palha em esteiras, couro em utensílios domésticos, a caatinga em pastos, raios solares em energia elétrica, secura em fertilidade, esperança onde muitos só veem morte.
        O sertão e os homens que nele habitam são por isso mesmo especial; gente forjada no meio e nele integrado, é uma terra para poucos, assim como são poucos os missionários que nele trabalham.
      Lá nessa longínqua região de gostosíssima culinária, de povo acolhedor e solidário, os Batistas potiguares tem no Pr. Silvany Luiz e esposa Socorro Oliveira, bem como em Daniel Dantas, Veridiano e Jaqueline, seus principais propagadores da Palavra de Deus.

Miss. Veriano e Jaqueline - Seridó

       Há 16 anos, evangelizando o sertão Norte-Rio-Grandense e quatro anos na cidade de Acari, o Pr. Silvany e sua esposa, ele baiano de nascença, mas potiguar de coração vem realizando um maravilhoso trabalho na região do Seridó. Em conversa conosco durante a 3ª Celebração Missionária ocorrida em Natal nas dependências da Igreja Batista do Natal, o pastor nos falou do campo missionário, suas dificuldades, ação missionária e perspectivas de futuro.
       Em nossa conversa, pude compreender que o maior obstáculo ao avanço missionário no Seridó continua sendo a tradição religiosa do sertanejo. As raízes culturais são profundas e o povo, apesar de acolhedor, não se move muito facilmente do caminho trilhado pelos seus pais. Somente por meio da ação do Espírito Santo de Deus é que os homens são demovidos dos seus caminhos e aceitam de bom grado o Senhor Jesus.
       Diante de tamanho desafio o trabalho missionário dobra. O pregador cria seus próprios meios de aproximação do público, a fim de levar Jesus Cristo ao pecador.

Miss. Daniel Dantas - Seridó

       Dentre as estratégias usadas pelo Pr. Silvany, eu tomei nota de algumas tais como: As cruzadas evangelísticas, a distribuição de folhetos pelas ruas da cidade ou evangelismo de porta em porta, o trabalho com crianças, o estudo bíblico nos lares, quer seja para atender a famílias inteiras ou a indivíduos, a ação social na semana anterior a 3ª Celebração Missionária o pastor Silvany havia entregado 70 cestas básicas para famílias carentes de sua área de atuação], o PES – Programa de Evangelização do Sertão, a Trans e os espetáculos dramatúrgicos todos executados com esse mesmo propósito.
       A alegria com que falava da obra missionária no sertão levou-me a perguntar sobre os frutos do seu trabalho em nosso Estado. Com o mesmo desembaraço que o caracteriza foi relatando suas andanças pelo sertão potiguar e seu incansável trabalho para o reino.

CIDADES:
Carnaúbas dos Dantas.
Parelhas
Jardim do Seridó
Santana do Seridó
Acari

COMUNIDADES DA ZONA RURAL

Povoado Ermo
Povoado Santo Antonio da Cobra
Lajinha.
Gargalheiras
Petrópolis.

       Além de todas estas ações, o pastor nos confidenciou que fundou o Instituto Batista do Sertão. Aqui, a obra missionária se voltou para a formação de novos obreiros. Vinte irmãos foram treinados pelo Instituto e estão integrados ao trabalho batista, atuando em diversas áreas da denominação e nas congregações locais.. Hoje o Pastor Silvany e sua esposa Socorro Oliveira servem ao Senhor na Congregação Batista de Acari onde, através do programa de rádio “Falando de esperança”, continua a transmitir a mensagem de salvação a todo povo sertanejo.
       Durante todo o tempo que vem desenvolvendo seu ministério no sertão potiguar, o pastor Silvany alegou que recebeu e continua a receber o apoio de diversas igrejas e irmãos, fato este que tem feito toda diferença no resultado final do seu trabalho. Caravanas, bandas e cantores de igrejas variadas, bem como irmãos diversas denominações têm abrilhantado sua ação missionária de forma que a palavra de Deus tem crescido com esse apoio por todos os cantões da nossa terra.
       Concluindo nossa conversa, perguntei ao pastor: Pastor, qual seu maior sonho? Sem titubear, ele respondeu, “Que o Seridó deixe de ser um campo missionário para ser um celeiro de missões”.
Que o grande Deus continue abençoando seus servos fieis que, a semelhança dos homens do sertão, sabem transformar dor em alegria, dificuldades em possibilidades, secura em rios de água vivas.

       Pr. Silvany Luíz da Silva é casado com Maria do Socorro Oliveira Silva, é pai de Vanessa Giovanna e Giovanni Yan, é fundador do Projeto Missionário Alcançando o Sertão e Diretor do Ministério Sal da Terra RN, formado em Serviço Social, Bacharel em Teologia e Educação Cristã, tem Especialização na Área de Metodologia do Ensino e atualmente é Acadêmico de Direito.

Jerônimo Viana - IBA Jerônimo Viana – IBA

REFLEXÃO:

“A EVANGELIZAÇÃO DO MUNDO TEM PASSAGEM OBRIGATÓRIA PELO SERTÃO!”

Pr. Silvany evangelizando sertanejos. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

ESCOLA DE MISSÕES DO SERTÃO

VENHA!!! ORE!!! PARTICIPE!!! Uma forma de você participar é adotando um aluno sertanejo ajudando-o na sua participação da E...