segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

PROJETO MISSIONÁRIO ALCANÇANDO O SERTÃO.

Trabalhamos no Sertão nordestino, mas precisamente no estado do Rio Grande do Norte. No campo missionário sertanejo encontramos pessoas pobres socialmente e espiritualmente. Estamos trabalhando na evangelização do povo sertanejo nos últimos 14 anos. Evangelizamos nas cidades, comunidades, sítios e em toda zona rural. Já fundamos igrejas nas cidades seguintes: Carnaúba dos Dantas, Jardim do Seridó, Parelhas, Santana do Seridó, Acari e em comunidades rurais. Atualmente o índice de evangélicos é pequeno, em várias cidades a porcentagem é de 1% de evangélicos.O projeto alcançando o sertão, desde 1997, vem desenvolvendo atividades no sertão nordestino, incluindo a zona rural desta região. Temos feito evangelização, discipulado, impactos evangelísticos, trabalhos com crianças, palestras, ajuda comunitária etc. Cremos que só o evangelho pode transformar as perspectivas do homem sertanejo.Nossa atividade é focada na plantação e fortalecimento de igrejas, no treinamento e formação de obreiros, impactos missionários e evangelísticos nas cidades, povoados e sítios do interior do Sertão. Nossas atividades são desenvolvidas nas casas, nas ruas e praças, feiras livres, e alcançamos crianças, adolescentes, jovens, homens, mulheres e pessoas de diferentes níveis social, cultural, intelectual, moral e espiritual. Nas nossas programações utilizamos os mais variados métodos para falar do plano da salvação ao povo. Usamos músicas, brincadeiras, palhaços, histórias e narrativas bíblicas, distribuição de panfletos, carros de som, rádios, difusoras, etc. Tudo objetivando alcançar o povo com as boas novas de salvação, esperança e paz.Fundamos o Projeto Geração Esperança para trabalhar na área social. Nossas atividades de ação social têm como objetivo ajudar ao necessitado e estender as mãos ao carente e menos favorecido. Entendemos que precisamos alcançar o homem na sua totalidade, ou seja, o corpo, alma e espírito. Portanto, as ações de solidariedade abrem portas e facilitam a entrada do evangelho em determinadas casas e famílias. Temos desenvolvido as seguintes atividades: distribuição de cestas básicas, Corte de cabelo, Distribuição de roupas, - Distribuição de sopas. De acordo com a disponibilidade de profissionais.
COMO VOCÊ PODE AJUDAR O PROJETO MISSIONÁRIO ALCANÇANDO O SERTÃO.
1 - Orando:
Faça parte da nossa equipe de oração, pedindo a Deus diariamente pelo povo sertanejo.
2 - Divulgando: Divulgue o nosso Projeto Missionário em sua igreja, nas conferências de missões, no seminário onde você estuda, no seu trabalho, na sua escola e com seus amigos.
3 - Incentivando: Incentive outros e a sua igreja a participar do Projeto Missionário Alcançando o Sertão.
4 - Participando: Participe dos Eventos de Impacto - Venham nos ajudar com o seu tempo, dons e talentos. (música, teatro, mutirões, evangelismo, etc.).
5. Contribuindo:
1 - Contribua financeiramente.
2 - Contribua divulgando o projeto a outros.

3 - Contribua incentivando outros a se tornarem parceiros.Faça um investimento no reino de Deus, divulgando, orando, incentivando e contribuindo financeiramente para a evangelização do povo sertanejo e pelo Projeto Missionário Alcançando o Sertão. Adote este Projeto e ajude a alcançar uma cidade Sertaneja com A Semente de Esperança de Jesus.
Seja um missionário...
Seja Um intercessor...
Seja Um mantenedor...

Orando, semeando e colhendo!
CONCLUSÃO
Embarque conosco neste Projeto e vamos juntos semear a semente de esperança no coração do povo Sertanejo e apresentar uma proposta de Vida Nova em Cristo Jesus para o povo sertanejo.
Coopere com o nosso Projeto e ajude a transformar a realidade social de crianças, adolescentes, jovens e vidas do Sertão Nordestino.
Clique nas fotos e veja muito mais.







terça-feira, 1 de dezembro de 2009

UM GIGANTE DE PIJAMAS



Vemos nestes dias, no Brasil, acontecer um momento de grande crescimento do "Povo de Deus". Dados estatíscos apontam que são mais trinta milhões de evangélicos que existem em nossa querida nação brasileira, um verdadeiro gigante. Este crescimento é estampado nas emissoras de rádio e tv que têm "entupido" suas grades com programas "evangélicos" que, nem sempre, têm teor adequado a proposta do Evangelho, pois não passam de balcões de comércio de artigos gospel e "bênçãos" que vão de viagens a terra santa à carrões, de mansões à iates... Um fantástico mundo de ilusões que destoa, escancaradamente, da realidade da Igreja estabelecida por Jesus Cristo.O crescimento deste gigante ("povo de Deus") torna-se notório, também, quando verificamos o quanto as ruas dos nossos centros urbanos estão ficando congestionadas de denominações, numa incrível multiplicidade de divisões de igrejas e do surgimento de novos "ministérios". Um fato que pelos resultados práticos que tem apresentado, demonstra que o crescimento está mais para "metástase" do que para expansão do Evangelho. Todos os dias aparecem novas igrejas com nomes que sugerem uma doutrina, no mínimo, questionável, como por exemplo a Congregação Anti-Blasfêmias, a Igreja Evangélica de Abominação à Vida Torta, ou ainda a Igreja Evangélica Pentecostal a Última Embarcação Para Cristo, Igreja Automotiva do Fogo Sagrado, Igreja Batista A Paz do Senhor e Anti-Globo, Associação Evangélica Fiel Até Debaixo D’Água, Igreja Dekanthalabassi, Igreja Cristo é Show, Igreja E.T.Q.B (Eu Também Quero a Bênção) e entre tantas outras denominações a Igreja Evangélica Pentecostal Cuspe de Cristo!Este "show da fé" contrasta com a realidade missionária que vivemos no Brasil, mostrando claramente que enquanto o gigante dorme sonhando com um carrão, mansão e iate... milhares e milhares de pessoas, sob as suas barbas, não têm teto, não têm pão, não sabem quem é Jesus.Nestes dias estivemos com o Sal da Terra numa das comunidades, as quais o gigante adormecido tranca os olhos. Zé Gomes, um povoado sertanejo, no município de Exu, que até então não tinha nenhuma referência do Evangelho do Nosso Senhor Jesus. E para compor a nossa equipe, Deus levantou uma jovem de vinte e quatro anos de idade, Ilse Roskam, compositora e professora de música em Amisterdã na Holanda. Ilse juntou dinheiro o ano todo para vir ao Brasil, dedicar suas férias para anunciar a Cristo, abençoar nossa nação sertaneja. (veja uma das suas participações em http://www.youtube.com/watch?v=7MHbYkeQT3M&feature=channel_page)... uma vergonha para o gigante sonhador, que reluta em ver, por exemplo, a situação do Sertão, das tribos indígenas e dos sul do país.Quanto a nós, igreja brasileira, cabe aqui um questionamento bem simples: Até quando este gigante estará deitado no esplêndido e letárgico berço da indiferença? Até quando este sonhador "capetalista", rico em slogans como "O Brasil é do Senhor Jesus", continuará com sua pífia trajetória missionária, que não se traduz em ações práticas e relevantes em prol dos não alcançados pelo Evangelho? Até quando precisaremos que o Senhor levante, de tão longe, gente que tem a mão, de fato, no arado, verdadeiramente comprometida com Cristo, para ajudar os poucos que têm se envolvido com a Sua obra em nossa terra? Temos dois exemplos distintos, o exemplo do gigante sonhador que dorme indiferente, e o exemplo de pessoas como Ilse Roskam e de outros valentes brasileiros, que têm dedicado o melhor das suas vida ao Senhor e a Sua Obra. Sonhar com superficialidades ou trabalhar para ver pessoas transformadas pelo Evangelho? Um pijama ou um arado? Qual a atitude a seguir?

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

O CLAMOR DOS ESQUECIDOS: QUEM ME VALERÁ?

O DESAFIO DA EVANGELIZAÇÃO DO SERTÃO.

INTRODUÇÃO

Zona rural do Nordeste: Um Campo missionário que clama!

Na Região do Nordeste do Brasil, o Sertão representa um grande desafio de evangelismo e plantação de igrejas. Conhecido pelos evangélicos como a Janela 10 / 40 do Brasil, principalmente a zona rural do Sertão Nordestino. A Região continua sendo uma das menos evangelizadas do país. Embora nos últimos anos o número de evangélicos tenha crescido muito no país, este não tem sido o caso do Sertão. Portanto, é hora da igreja focar seus esforços em favor da evangelização e plantação de igrejas em áreas mais carentes, que são os sertões, zona rural e o Nordeste de forma geral.
I - Zona Rural do Nordeste: Um campo missionário que clama!
A Operação Campo é um desafiante projeto de evangelização da zona rural do Sertão Nordestino. É o evangelho transformador do Senhor alcançando o povo nordestino que vive nas comunidades, povoados, sítios e lugares de difícil acesso no Sertão. Operação Campo: Um desafio radical!
II - Por que evangelizar a Zona Rural?
A zona rural do Sertão Nordestino possui mais de 12 milhões de habitantes e tem menos de 0,1% de crentes, com mais de 10 mil comunidades rurais sem a presença de uma igreja evangélica.
A zona rural nordestina é a Região do Brasil que apresenta os piores índices sociais, tais como: analfabetismo, desnutrição, evasão escolar, renda familiar muito baixa, falta de assistência médica e odontológica, etc.
III - O Desafio de Alcançar a Zona Rural.
Cremos que só o Evangelho pode transformar de forma radical, rigorosa e profunda a vida do homem sertanejo. A zona rural continua esperando pelas boas novas de amor, de paz e de redenção espiritual.
O desafio de alcançar este povo precisa ser encarado de forma urgente pela igreja evangélica brasileira. Esta é a hora de uma ação radical direcionada para alcançar o povo sertanejo que vive na zona rural. Seja um instrumento de Deus na busca da redenção do homem perdido, vamos juntos trabalhar em prol da salvação dos sertanejos.
IV - O que já foi feito?
O Projeto Missionário Alcançando o Sertão desde 1997 vem desenvolvendo atividades no Sertão Nordestino, incluindo a zona rural. Temos feito evangelização, discipulados, grupos familiares, ajuda comunitária, trabalhos com crianças, impactos evangelisticos, etc. Temos percebido o quanto este povo tem sido esquecido pelos governantes e pela Igreja Evangélica. Este povo tem sido vítima da injustiça social e espiritual. Conhecendo esta realidade, o Projeto Missionário Alcançando o Sertão criou o Projeto O Clamor dos Esquecidos: Quem me Valerá?
Obs. Atualmente o Projeto Missionário Alcançando o Sertão tem dois casais atuando na evangelização das comunidades rurais. Realizam trabalhos com crianças, grupos familiares, evangelismo pessoal, estudos bíblicos, etc. Um casal reside na cidade e o outro reside na própria zona rural.
V - Alvo: Alcançar as comunidades rurais sertanejas de cada município de atuação do Projeto Missionário Alcançando o Sertão.
VI - Justificativa:
Há mais de 10 mil aglomerados humanos (povoados, vilas e vilarejos) sem a presença evangélica no Nordeste, o que constitui um gigantesco desafio. Na nossa área de atuação existem diversos povoados, comunidades, vilarejos, sítios, etc, sem a presença da igreja evangélica. Atualmente nós estamos atuando em quatro lugares da zona rural.
VII - O que significa Alcançar:
1 - Evangelizar todas as pessoas destas comunidades.
2 - Discipular e batizar as pessoas que tomarem uma decisão de seguir a Jesus.
3 - Implantar uma igreja em cada grupo evangelizado.
VIII - Como Alcançar:
1 - Fazer o mapeamento, pesquisar e escolher as comunidades para trabalhar.
2 - Fazer parcerias com igrejas, pessoas, empresas para sustentar um casal trabalhando especialmente na zona rural.
3 - O casal reside em uma cidade-pólo da área de atuação do Projeto.
4 - O casal trabalha nos povoados com o auxilio das congregações existentes e que são ligadas ao Projeto Missionário Alcançando o Sertão (Promas).
5 - O Promas dará o suporte através dos impactos evangelisticos e eventos com os grupos voluntários.
IX - Prioridades: Alcançar.
1 – Lugares onde não há igrejas evangélicas.
2 – Lugares aonde o evangelho nunca chegou.
3 – Lugares onde há necessidades sociais intensas.
X – Região Alvo: Seridó Oriental (Sertão do RN).
Características da Região Nordestina:
1 – A população é predominantemente católica, idólatra ao extremo e ignorante em relação à Palavra de Deus.
2 – Área rural carente de serviços de saúde.
3 – Região com o maior número de crianças trabalhando.
4 – Região com o maior índice de pessoas desempregadas do país.
5 – Área menos evangelizada do Brasil e consequentemente menos evangélica.
6 – Nível de escolaridade muito baixo, com alunos alfabetizados precariamente. O índice de analfabetismo na zona rural nordestina é elevadíssima.
XI – Necessidades:
1 – O sustento dos missionários.
2 – Uma moto que será útil para o trabalho dos missionários que utilizarão a mesma para evangelizar e discipular as pessoas nos povoados.
3 – Manter um programa de rádio para alcançar a zona rural, pois o índice de audiência nesta área é muito grande.
XII – A Realidade do Sertão nos incomoda?
Enquanto algumas cidades do Brasil chegam a ter mais de 10% de Evangélicos, muitas cidades dos sertões do Nordeste não chegam a 1%. O Projeto Missionário Alcançando o Sertão está ajudando a mudar esta realidade. Ajude você também na evangelização deste povo tão carente. Ajude a mudar a situação em que se encontra a zona rural do Sertão Nordestino. Atenda o clamor dos esquecidos: Quem me Valerá?
XIII – Como você pode ajudar.
1 – Orando.
Ore pelos missionários que já está no campo.
Ore pela aquisição da moto.
Ore pelo sustento dos missionários.
2 – Contribuindo.
Contribua financeiramente.
Contribua divulgando o Projeto a outros.
Contribuam incentivando outros a se tornarem parceiros.
Adote um projeto sertanejo e ajude a sustentar um missionário no Sertão.
Seja um missionário...
Seja Um intercessor...
Seja Um mantenedor...
Orando, semeando e colhendo!

Conclusão

Ore para Deus despertar mais obreiros, parceiros, intercessores, igrejas, pastores para esta parte da seara.
Ore pelos povoados, vilas e lugares da zona rural do Sertão Nordestino. Você pode participar também divulgando este Projeto, na sua igreja e em outros lugares. Você pode ajudar a sustentar os nossos missionários que atuam no Projeto: O Clamor dos Esquecidos: Quem me Valera? Entre em contato conosco e receba maiores informações sobre o trabalho de evangelização da zona rural do Sertão.
“A evangelização do mundo tem passagem obrigatória pelo Sertão”.
Endereço para correspondência:
Rua: Vicente de Moura, 63. Dinarte Mariz.
CEP. 59 370-000.
Acarí - RN.
E-mail.
sluizrn@yahoo.com.br ou sluizrn@gmail.com
Veja Blogs do
Projeto Geração Esperança:
www.progera.blogspot.com
Clique nas fotos abaixo e veja mais fotos do Sertão


Coopere com o nosso Projeto e ajude a transformar a realidade social de crianças, adolescentes, jovens e vidas do Sertão Nordestino.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

PEPE GERAÇÃO ESPERANÇA

O QUE É O PEPE? Programa de Educação Pré-escolar.
FILOSOFIA
É uma preparação para o processo de ensino na escola formal. É o período introdutório de uma nova etapa na vida da criança, ou seja, a fase da escolarização. Ao contrário do que se pensa, não é simplesmente um lugar onde os pais podem deixar seus filhos com segurança enquanto trabalham. Mas, sim o lugar onde elas vão adquirir e aprimorar pré-requisitos para o bom desempenho e acompanhamento do processo de ensino, bem como o processo de socialização e cidadania. O objetivo da educação infantil é preparar a criança, fornecendo-lhe estrutura principalmente para o período de alfabetização, no desenvolvimento dos seguintes aspectos:
  • Biológico
  • Psicológico
  • Cognitivo
  • Cultural
  • Social
  • Perceptivo, motor e sensorial
  • Físico
  • Criativo e artístico

Freqüentar o PEPE, sem dúvida, faz diferença no desempenho do aluno durante a alfabetização. No PEPE, a criança desenvolve os aspectos citados acima, que são de grande importância, pois servem de alicerces para todo o processo de educação. Como alicerces, fornecem firmeza, confiança e segurança a fim de que possa enfrentar a fase da alfabetização, consciente de sua capacidade, valor e inteligência, dando-lhe suporte para superar as dificuldades, sem ser desestimulada. Ao mesmo tempo, começa a aprender a viver em sociedade, aprende a respeitar regras e pessoas diferentes daquelas com as quais convive em sua casa. Desta forma, sua adaptação à escola, um ambiente ainda maior e com mais diferenças, será muito mais fácil e mais tranqüila, pois a criança já passou pela experiência de vida em comunidade.

O PEPE, além de manter estes objetivos comuns a toda proposta pedagógica da educação infantil, também abraça outros, por estar fundamentada na fé cristã, e por apreciar a situação socioeducativa da criança menos favorecida de recursos, que será beneficiada pelo programa.

O PEPE destaca como fundamentais mais dois objetivos:

1 – Proporcionar às crianças na sua carência social, um ensino de qualidade, equiparado ao ensino público ou particular, oferecendo-lhe a mesma oportunidade de outras com melhores condições financeiras, de apresentar um bom rendimento escolar, para dar continuidade ao seu processo de alfabetização e aprendizagem.

2 – Proporcionar às crianças e a sua comunidade, em sua carência e necessidade, uma oportunidade de experimentar o amor e conhecer o valor dos princípios cristãos.

JUSTIFICATIVA

A desigualdade social é uma questão presente na nossa realidade. As causas, as razões e os transtornos são inúmeros e, sem dúvida a exclusão social é resultante dos desajustes sociais.

A violência também faz parte desse universo, suas marcas são profundas e avassaladoras, nos traz inquietude, desconforto e tristeza por vermos tantos semelhantes se autodestruírem, jogando fora aquilo que Deus lhes deu de mais precioso, a vida.Muitas vezes são pessoas com oportunidades de futuros brilhantes, mas desacreditadas, sem rumo, sem fé.

Uma geração com tantos recursos para uma vida satisfatória, mas tão vazias de esperança. Pois desconhecem a plenitude da vida, a alegria verdadeira, aquele que nos pode dar esperança.Nesse contexto encontramos pessoas ainda muito jovens, que já trazem da infância uma carga de amargura, de decepções, castradas dos seus sonhos e sem perspectivas de futuro.

Diante dessa realidade, cabemos uma reflexão, o que podemos fazer para reverter esse quadro? Sabemos que não podemos mudar o mundo, mas se unirmos força, se investir-mos nas crianças, muitas coisas iremos conseguir.Nesse sentido, tomamos como desafio de alcançar e desenvolver um trabalho com crianças, independentemente da posição social, da crença e dos costumes de suas famílias, pois o plano de Deus e o projeto de Deus são para todos.

O PEPE oferecerá atividades sócio-educativas, no intuito de ajudar as crianças na construção de conhecimentos, procedimentos e atitudes que lhes favoreçam a inclusão social nos seus diferentes contextos.O PEPE também promoverá a participação da família em atividades culturais e profissionalizantes, para que haja uma inclusão plena de todos os pares.

OBJETIVO

Oferecer as crianças a oportunidade de expandir os conhecimentos básicos formais, para o enfrentamento dos desafios do cotidiano, bem como o contato com os ensinamentos Sagrados para nutrição física, mental e espiritual das mesmas. Considerando a importância desses conhecimentos para a inclusão social dos mesmos.

Coopere com o nosso Projeto e ajude a transformar a realidade social de crianças, adolescentes, jovens e vidas do Sertão Nordestino.

Clique nas fotos abaixo e veja mais fotos

Há doze anos trabalhamos com as crianças sertanejas. O trabalho que temos realizado tem o objetivo de ajudar a moldar as vidas das crianças e adolescentes, no caráter por meio de gestos, atitudes e até entrega das nossas próprias vidas. Durante estes longos anos temos contado com a parceria e ajuda de muitas pessoas especiais que com responsabilidade, compromisso, amor e solidariedade nos têm ajudado a abençoar muitas crianças e famílias no sertão nordestino.
Precisamos, com seu apoio, levar as crianças da cidade sertaneja de Acari a viver de forma mais digna e com perspectiva de um futuro melhor, contemplando um horizonte mais promissor, pois cremos que as crianças representam a semente do presente e as grandes árvores do futuro. No mês da criança fizemos muitas atividades com as crianças do Sertão Nordestino.

Coopere com o nosso Projeto e ajude a transformar a realidade social de crianças, adolescentes, jovens e vidas do Sertão Nordestino.

Veja as fotos clicando nas fotos abaixo.


quinta-feira, 10 de setembro de 2009

A GRATIDÃO É A MEMÓRIA DO CORAÇÃO.

A Igreja Batista em Acarí/RN recebeu a ilustre visita do Casal Cecília e Natan. A visita deles proporcionou muita alegria, comunhão e reafirmou a amizade e carinho que eles têm pelo povo do Sertão e principalmente pela Igreja Sertaneja. Na ocasião eles fizeram a doação de um teclado que será de grande utilidade para a Igreja e para o Projeto Geração Esperança. Ao casal a nossa gratidão pela doação do teclado e principalmente pela valiosa e verdadeira amizade.




PROJETO MISSIONÁRIO ALCANÇANDO O SERTÃO.

Trabalhamos no Sertão nordestino, mas precisamente no estado do Rio Grande do Norte. No campo missionário sertanejo encontramos pessoas pobres socialmente e espiritualmente. Estamos trabalhando na evangelização do povo sertanejo nos últimos 14 anos. Evangelizamos nas cidades, comunidades, sítios e em toda zona rural. Já fundamos igrejas nas cidades seguintes: Carnaúba dos Dantas, Jardim do Seridó, Parelhas, Santana do Seridó, Acari e em comunidades rurais. Atualmente o índice de evangélicos é pequeno, em várias cidades a porcentagem é de 1% de evangélicos.
Nossa atividade é focada na plantação e fortalecimento de igrejas, no treinamento e formação de obreiros, impactos missionários e evangelísticos nas cidades, povoados e sítios do interior do Sertão.Nossas atividades são desenvolvidas nas casas, nas ruas e praças, feiras livres, e alcançamos crianças, adolescentes, jovens, homens, mulheres e pessoas de diferentes níveis social, cultural, intelectual, moral e espiritual.Nas nossas programações utilizamos os mais variados métodos para falar do plano da salvação ao povo. Usamos músicas, brincadeiras, palhaços, histórias e narrativas bíblicas, distribuição de panfletos, carros de som, rádios, difusoras, etc. Tudo objetivando alcançar o povo com as boas novas de salvação, esperança e paz.
Fundamos o Projeto Geração Esperança para trabalhar na área social. Nossas atividades de ação social têm como objetivo ajudar ao necessitado e estender as mãos ao carente e menos favorecido. Entendemos que precisamos alcançar o homem na sua totalidade, ou seja, o corpo, alma e espírito. Portanto, as ações de solidariedade abrem portas e facilitam a entrada do evangelho em determinadas casas e famílias. Temos desenvolvido as seguintes atividades: distribuição de cestas básicas, Corte de cabelo, Distribuição de roupas, - Distribuição de sopas. De acordo com a disponibilidade de profissionais oferecemos assistência médico/odontológica e Aplicação de flúor.
COMO VOCÊ PODE AJUDAR O PROJETO MISSIONÁRIO ALCANÇANDO O SERTÃO.
1 - Orando: Faça parte da nossa equipe de oração, pedindo a Deus diariamente pelo povo sertanejo.
2 - Divulgando: Divulgue o nosso Projeto Missionário em sua igreja, nas conferências de missões, no seminário onde você estuda, no seu trabalho, na sua escola e com seus amigos.
3 - Incentivando: Incentive outros e a sua igreja a participar do Projeto Missionário Alcançando o Sertão.
4 - Participando: Participe dos Eventos de Impacto - Venham nos ajudar com o seu tempo, dons e talentos. (música, teatro, mutirões, evangelismo, etc.).
5. Contribuindo:
1 - Contribua financeiramente.
2 - Contribua divulgando o projeto a outros.
3 - Contribua incentivando outros a se tornarem parceiros.
Faça um investimento no reino de Deus, divulgando, orando, incentivando e contribuindo financeiramente para a evangelização do povo sertanejo e pelo Projeto Missionário Alcançando o Sertão. Adote este Projeto e ajude a alcançar uma cidade Sertaneja com A Semente de Esperança de Jesus.
Seja um missionário...
Seja Um intercessor...
Seja Um mantenedor...
Orando, semeando e colhendo!
CONCLUSÃO

Embarque conosco neste Projeto e vamos juntos semear a semente de esperança no coração do povo Sertanejo e apresentar uma proposta de Vida Nova em Cristo Jesus para o povo sertanejo..
Silvany Luiz da Silva, Pr.
Rua: Vicente de Moura, 63.
Bairro: Dinarte Mariz.
CEP. 59370 – 000
Acari – RN.
E-mail:
sluizrn@yahoo.com.br ou sluizrn@gmail.com
Clique nas fotos abaixo e veja mais fotos do Projeto



domingo, 30 de agosto de 2009

E. B. F. Escola Bíblica de Férias

Realizamos uma E. B. F. infantil nos dias 12, 13 e 14 de agosto com a participação de 65 crianças cada dia. Tivemos momentos de louvor, histórias bíblicas, brincadeiras, competições, apresentações de palhaço, algodão doce, bolo, refrigerantes, picolés e no encerramento a entrega de prêmios e lancheiras. O evento foi concluído com uma grande festa e um banho de bica.

Coopere com o nosso Projeto e ajude a transformar a realidade social de crianças, adolescentes, jovens e vidas do Sertão Nordestino.

sábado, 29 de agosto de 2009

AINDA HÁ ESPERANÇA!

Estamos vivendo dias difíceis cheios de desesperança. O mundo enfrenta situações que parecem não ter uma saída, parece não ter solução. A natureza está sendo destruída pelo homem e a vida do planeta está sendo colocado em risco. O aumento da violência é algo assustador de forma que as pessoas estão vivendo como reféns em suas próprias casas. A família moderna é considerada por muitos, como instituição falida e fracassada. Os filhos rebelando-se contra os pais e os pais indiferentes aos filhos, isso quando um não tira a vida do outro; jovens buscando nas drogas refúgio e solução para seus problemas; a ciência se desenvolvendo em áreas que nos amedrontam; homens querendo tomar o lugar de Deus. Diariamente nossas casas são invadidas com notícias ruins veiculadas nas rádios, TVs, jornais e na internet; o número de suicídios e homicídios têm crescido de forma considerável; pessoas se vendo tão desesperadas que para elas a única solução é dar cabo da própria vida, ou muitas vezes da vida do outro, achando que assim o problema se soluciona. É desanimador ver que as pessoas estão desistindo dos seus ideais, sonhos, ministérios, projetos, de suas famílias e até de si mesmas por razões banais ou porque não conseguem enxergar a luz no fim do túnel, não acreditam mais que as coisas podem mudar, podem ser diferentes; não acreditam que dias melhores ainda possam existir. Ainda há uma esperança! Diz a letra de uma canção, baseada em Jó 14: 7- 9: “Há esperança para o ferido. Como árvore cortada, marcado pela dor. Ainda que na terra envelheça a raiz e no chão, abandonado, o seu tronco morrer. Há esperança pra você. Ao cheiro das águas brotará. Como planta nova florescerá. Seus ramos se renovarão. Não cessarão os seus frutos. E viverá”. Há esperança para o ser humano, para as famílias, para as Nações. Deus é a nossa Esperança! E nós, como cristãos, precisamos levantar a nossa voz e proclamar as Boas Novas de Salvação que traz esperança ao coração ferido, angustiado, desanimado, entristecido, desesperado. O projeto Geração Esperança continua acreditando que podemos viver dias melhores e é por isso que continua investindo em vidas, principalmente nas crianças, adolescentes e jovens do Sertão Nordestino. Temos praticado esportes, ensinado músicas, oferecido alimentos, estendido o nosso carinho e principalmente nosso tempo, dons, talentos e vida.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

UMA ESTRANHA ASSEMBLÉIA

Contam que em uma Marcenaria
Houve uma estranha assembléia. Foi uma reunião, onde as ferramentas juntaram-se para acertar suas diferenças.
Um martelo estava exercendo a presidência, mas os participantes lhe notificaram que teria que renunciar. A causa? Fazia demasiado barulho e além do mais passava todo tempo golpeando. O martelo aceitou sua culpa, mas pediu que também fosse expulso O parafuso, dizendo que ele dava muitas voltas para conseguir algo. Diante do ataque o parafuso concordou, mas por sua vez pediu a expulsão da lixa. Dizia que ela era muito áspera no tratamento com os demais, entrando sempre em atritos. A lixa acatou, com a condição de que se expulsasse o metro, que sempre media os outros segundo a sua medida, como se fora o único perfeito. Nesse momento entrou o marceneiro, juntou todos e iniciou o seu trabalho. Utilizou o martelo, a lixa, o metro e o parafuso. Finalmente, a rústica madeira se converteu num fino móvel. Quando a marcenaria ficou novamente sem ninguém, a assembléia reativou na discussão.
Foi então que o serrote tomou a palavra e disse:
Senhores ficou demonstrado que temos defeitos, mas o marceneiro trabalha com nossas qualidades, ressaltando nossos pontos valiosos. Assim, não pensemos em nossos pontos fracos e concentremo-nos em nossos pontos fortes. Então a assembléia entendeu que o martelo era forte, o parafuso unia e dava força, a lixa era especial para limpar e afinar asperezas e o metro era preciso e exato. Sentiram-se então como uma equipe capaz de produzir móveis de qualidade e uma grande alegria tomou conta de todos pela oportunidade de trabalhar juntos.
O mesmo ocorre com os seres humanos. Basta observar e comprovar quando uma pessoa busca defeitos em outra, a situação torna-se tensa e negativa. Ao contrário, quando se busca com sinceridade os pontos fortes dos outros, florescem as melhores conquistas humanas. É fácil encontrar defeitos, qualquer um pode fazê-lo. Mas encontrar qualidades... Isto é para os sábios!!!

VIVENDO NA DIMENSÃO DAS ÁGUIAS.

A RENOVAÇÃO DA ÁGUIA
A águia é a ave que possui a maior longevidade da espécie.
Chega a viver 70 anos.
Mas, para chegar a essa idade, aos 40 anos ela tem que tomar uma séria e difícil decisão:
Aos 40 anos ela está com as unhas compridas e flexíveis, não consegue mais agarrar as presas das quais se alimenta.
O bico alongado e pontiagudo se curva.
Apontando contra o peito estão as asas, envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas, e voar já é tão difícil!
Então, a águia só tem duas alternativas:
Morrer… ou enfrentar um doloroso processo de renovação que irá durar 50 dias.
Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho próximo a um paredão onde ela não necessite voar.
Então, após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma parede até conseguir arrancá-lo.
Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois arrancar suas unhas.
Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas.
E só após cinco meses vai para o famoso vôo de renovação e para viver então mais 30 anos.
Em nossa vida, muitas vezes, temos de nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação.
Para que continuemos a voar um vôo de vitória, devemos nos desprender de lembranças, costumes e outras tradições que nos causam dor.
Somente livres do peso do passado, poderemos aproveitar o resultado valioso que uma renovação sempre traz.
Conduza sua vida de cabeça erguida, respeitando os outros, sim, mas com medo, nunca!
“…Mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam.” Isaías 40.31

quarta-feira, 17 de junho de 2009

AS DEZ LEIS DO CRESCIMENTO PESSOAL

1 - Faça seu futuro maior que seu passado.
2 - Faça seu aprendizado maior que sua experiência.
3 - Faça sua contribuição maior que sua recompensa.
4 - Faça sua performance maior que os aplausos.
5 - Faça sua gratidão maior que seu sucesso.
6 - Faça seu prazer maior que seu esforço.
7 - Faça sua cooperação maior que seu prestigio.
8 - Faça sua autoconfiança maior que sua acomodação.
9 - Faça seu propósito maior que seu dinheiro.
10 - Faça suas perguntas maiores que suas respostas.

Alcançando o Sertão

Acreditamos que a proclamação do Evangelho deve ser abundante no Sertão Nordestino, principalmente na Zona Rural, para que assim possam...